Lifestyle

Casais que trabalham juntos conseguem ter relacionamento mais agradável

Por  | 

Juntos no casamento e na vida empresarial, os casais que trabalham juntos encontram desafios por passarem muito tempo na companhia um do outro, mas também aproveitam o lado bom do companheirismo e compreensão do cônjuge. Segundo estudo realizado pelo International Stress Management do Brasil (Isma-BR), o relacionamento de casais que trabalham em uma mesma empresa é mais agradável, porque ambos compreendem melhor o trabalho, a carga horária e o stress do outro. Após conversar com 608 casais de Porto Alegre (RS) e São Paulo (SP), a organização, especializada na pesquisa e tratamento do estresse, mostrou que 80% dos casais entrevistados que trabalham juntos sentem menor desgaste emocional, e somente 37% dos parceiros que trabalham em organizações diferentes têm a mesma estabilidade na relação.

Carol e Renato Loose - Fotografia Ana Junqueira

Carol e Renato Loose – Fotografia Ana Junqueira

Manter a harmonia e o equilíbrio em uma relação como a de casais que dividem o ambiente profissional requer jogo de cintura e paciência. Empresários, sócios, e apaixonados pelo que fazem, Carolina e Renato Loose são proprietários da Par Filmes, agência que atua no segmento de filmagem para casamentos e oferece um serviço diferenciado pela estética e zelo na gravação dos vídeos. Ela, formada em moda. Ele, jornalista. O casal, idealizador do blog Binóculo, que falava sobre moda, design, ilustração e processos criativos, apresenta boa percepção imagética e irreverência em suas criações devido às suas experiências profissionais. Hoje, o casal, que trabalha em casa e sempre teve coragem para se reinventar, já tem três anos de trajetória na área.

O Studio Simples, comandado por Lívia Farnese e Giuliano Cretoiu, também assiste a esse compartilhamento de vida pessoal e profissional. Com projetos nas áreas de design, conteúdo e marketing, eles trabalham com foco em fazer marcas se comunicarem melhor. O Studio Simples acredita que a simplicidade descomplica e nos leva a resultados positivos nos negócios e na vida. O casal leva essa filosofia também para seu cotidiano. Segundo eles, quando se conhece a rotina e as obrigações do outro, a aproximação é ainda maior e a compreensão também. Giuliano diz que são muitos os benefícios em trabalhar na companhia da esposa: “estar mais juntos no dia a dia, ter confiança total no parceiro de trabalho, ter liberdade de dizer o que pensa, resolver problemas de forma mais afetiva e conseguir alcançar objetivos em comum.”. Para Lívia, o maior desafio é conseguir separar a vida pessoal da profissional. “Como somos um casal, precisamos agir como tal em nossa rotina de casados e não levar para nossos momentos de lazer os problemas de trabalho ou alguma demanda que está pendente. E nos momentos de trabalho, é preciso se concentrar nas tarefas, ter comprometimento e organização.”, afirma.

Para a psicóloga Angélica Falci, um casal bem estruturado emocionalmente consegue trabalhar junto e ainda assim obter muitos ganhos significativos. Para ela, é importante que as funções e atividades sejam bem definidas, para que ambos alcancem a excelência nesse convívio. “Os pontos positivos são fortalecidos, pois intensificam a comunicação, e, mesmo em momentos de forte stress, o casal passa a conhecer melhor o formato e linguagem um do outro.”, afirma a psicóloga. Entre os pontos positivos, são destacados: resiliência mais intacta e retorno às atividades sem muito rancor e fúria; fortalecimento da admiração, já que as conquistas são vibradas no momento ocorrido e com muita proximidade; maior interesse sobre a evolução intelectiva / cognitiva um do outro; melhor relacionamento com a rotina, pois aprendem a respeitar e valorizar o ritmo e tempo que necessitam; assuntos mais amplos para serem tratados, porque aprendem a falar muito sobre o trabalho, mas, como escape, necessitam também trocar uma boa conversa sobre outros assuntos, até mesmo como relaxamento.

“Essa combinação é muito interessante, pois as mulheres aprendem a ficar mais resolutivas, práticas e objetivas com mais propriedade dos comportamentos necessários para o mundo empresarial. Em contrapartida, os homens podem ficar mais atentos aos detalhes e valorizar a voz feminina num ponto de igualdade.”, diz Angélica Falci, que ainda completa: “Quando existe maturidade emocional/conjugal, o casal pode sim construir muito além do patrimônio financeiro: a preservação do respeito, amor e admiração como combustível necessário para uma vida exemplar.”

Renato e Carolina Loose afirmam que o fato de trabalharem juntos nunca atrapalhou o relacionamento dos dois. Aulas de idiomas, atividades físicas, amor aos gatos, fotografia, filmagem e edição. Além de todas essas combinações, o casal se assimila até no senso estético, o que contribui na construção dos filmes.

Site: Par Filmes